domingo, 8 de julho de 2012

Abandone as desculpas que impedem de fazer exercícios


 A prática do exercício físico regular é o melhor de todos os “remédios” preventivos, promotores e potenciadores da qualidade de vida, bem estar e felicidade. Os ganhos são bem visíveis ao nível da condição física, como a força, destreza, mobilidade, flexibilidade, resistência, energia, entre outros. 
No bem estar psicológico, os ganhos verificam-se ao nível da melhoria do humor, da concentração, da auto estima, auto confiança, auto imagem, libertação de stress e tensão, entre outros.
No entanto, necessita da nossa força de vontade, esforço, motivação e dedicação para que surta efeito. Necessita ser ativado pela nossa crença, em acreditarmos que nos beneficia, e que acima de tudo queremos usufruir desse benefício.
 No final, se resume ao querer ou não querer. E pouco ou nada tem a ver com: “gostava muito, mas não posso” ou “quem me dera ter tempo”.

ABANDONE A SUA LISTA OFICIAL DE DESCULPAS

Em algumas áreas da nossa vida, somo exímios em construir uma lista oficial de desculpas que nos servem. Recitamos com toda a veemência essa lista que justifica com uma lógica fria, a razão pela qual não nos propomos a tornar a prática do exercício físico algo que valorizamos e incluímos na nossa vida como um promotor de bem estar e qualidade de vida. 
Exemplo de um relato: Muitas vezes, quando tenho excesso de trabalho, eu deixo de ir  na academia, como uma forma de provar para mim mesmo a minha postura responsável no trabalho.”Olha, eu estou trabalhando tão duro, eu não posso mesmo arranjar tempo para fazer exercício.”
Às vezes, até pode comprovar-se inevitável furar uma ida à academia, mas na grande maioria das vezes, isso não passa de uma desculpa bem fundamenta para não ir. No fundo, a pessoa decidiu não fazer algo, que sabe ser importante para ela e que diz querer fazer. Mas querer não é fazer. Intenção não é ação.

Se algumas vez utilizou desculpas para não fazer, use-as como um sinal de alerta para reestruturar o seu pensamento e o seu diálogo interno e voltar a focar-se no que é importante para seguir o seu plano de exercícios.

 Não engane a si mesmo. 
Comprometa-se com o seu desejo. Nem sempre o seu desejo e a sua vontade andam de mãos dadas. Uma ferramenta que favorece a união do desejo e da vontade é a sua força de vontade.






4 comentários:

Desabafo.com disse...

nossa o que vc disse é bem pra mi preciso fazer exercício deixar todas desculpas de lado !!! beijinhos keila .

12 meses de mudanças! disse...

Oi!
A palavra certa "Comprometer-se" é isso que me faz ir a academia 4 vezes por semana!
Obrigada por me seguir e me visitar!
Já estou te seguindo tbm!
Bj

«√¡√¡» disse...

Oi Dezinha, excelente reflexao! Eu por muito tempo fiquei nessas desculpas tb!!! Agora estou encarando a AF SIMMMMM! :D

Dêzinha disse...

Obrigada pela visita meninas!
Sejam sempre bem vindas!